terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Dia 7 – Meu parceiro/a de 2010

Bom, mais uma vez não dá pra dar apenas uma resposta ao tema de hoje. Seria injusto escolher apenas um nome, porque várias pessoas foram minhas parceiras em 2010.
Primeiro, um cara que teve uma ideia mirabolante pra um trabalho de faculdade, me convencendo a fazer um bate-volta pro Paraguai: o Vinícius Blanka. A história dessa viagem eu já contei aqui, em quatro partes. Fora essa viagem, é um exemplo de amizade. E ele tem uma casa na praia.

Depois, ainda na faculdade, um outro rapaz, que não pôde nos acompanhar na viagem ao Paraguai, mas que esteve sempre presente: o Victor, que sabe cantar mais ou menos e faz um churrasco razoável, dá pra comer sem vomitar.

Durante a minha estadia em São Paulo, quando não estou na faculdade, geralmente estou no apartamento, onde tenho a companhia - só depois de meia-noite, quando ela dorme em casa - da ilustríssima Erika, minha prima. Uma garotinha supimpa, que faz Moda e, nas horas vagas (ou não), me conta suas aventuras no Brás e em outros lugares paulistanos que nem o Google deve conhecer.

E meu irmão Thiago, e ele sabe o porquê. Esse meu irmão é brother.

Só não saio sem agradecer a todo mundo que também esteve do meu lado. Meus pais, Thaís, meus amigos que eu não pude ver tanto nesse ano... vocês são sempre importantes pra mim.

4 comentários:

  1. Óounn, como você é limdo!

    Vou fazer uma listinha de desculpas pra te ver nas férias <3

    Muack :*

    ResponderEliminar
  2. É nóis, parceiro! E vou marcar um "Gostei" só porque eu fui o primeiro da lista

    ResponderEliminar